Publicado em Deixe um comentário

POR QUE COMEÇAR PELAS VOGAIS?

Não é regra, mas começar pelas vogais facilita o processo de alfabetização.

Vale ressaltar que a aprendizagem não começa na idade escolar, mas desde seus primeiros anos de vida, tendo em vista que as funções cerebrais estão se formando e estruturando. Sendo assim, esses primeiros anos são extremamente importantes para estimular os pequenos e lógico, de maneira lúdica e com materiais que agradem a criança.

Porém, falar em alfabetização não é uma tarefa fácil, além de todas as dificuldades precisamos despertar interesse dos pequenos e nem sempre é tranquilo, principalmente quando se trata de uma criança com transtorno do neurodesenvolvimento, maaas, a porta de entrada para esse processo é sim as vogais, como disse, não é regra, mas super facilita, além disso é bom lembrar que elas são a base das sílabas, além disso as vogais permitem fazer e compreender rimas ou aliterações.

Algumas coisas são importantes ressaltar, é preciso planejar esse processo e ter, além dos professores, os pais envolvidos, tendo em vista que a criança apenas falar “A”, “E”, “I”, “O”, “U” não significa que já consolidou o aprendizado das vogais, é preciso aprender os sons, relacionar letra e imagem, conhecer a grafia das mesmas, etc.

A seguir vou colocar alguns materiais disponíveis na LOJA DO PROJETO EDUCARE, materiais esses que, além de trabalhar a imagem, o som da imagem, a criança pode fazer pareamento das letras, fazer traçado, etc… tudo para facilitar o aprendizado da criança e estimular outras habilidades importantes. Veja a seguir.

JOGO DA MEMÓRIA – VOGAIS (COM PISTA E SEM PISTA VISUAL)

Esse material é excelente para iniciar com a criança, tendo em vista que tem a pista visual como um suporte.

1ª opção: imagem com o nome + a vogal inicial. Assim, a criança tem a pista que “OCA” começa com “O” e na lateral ela vai colocar a letra que começa (não esqueça de ensinar/mostrar para a criança o que é “inicial”, letra que “começa”, mostre o local de colocar a letra ou a imagem, sempre inicie dando suporte e vá retirando aos poucos sua ajuda.

2ª opção: ainda com pista visual, a criança vai pegar a letra inicial da palavra e colocar no local que está faltando, mas na lateral tem uma pista. Aqui, além das vogais, estimulamos coordenação motora fina, coordenação do olho com a mão.

3ª opção: sem pista visual, apenas cartões com letra e outros cartões com imagens. A criança nesse nível já conhece os sons das vogais e começa a relacionar com a imagem.

Em todas as opções você pode utilizar como jogo da memória ou não, oriento no começo, apenas que a criança coloque nos locais indicados e apenas depois, utilize virando os cartões.

>>>>> Clique aqui e veja na loja

PAREANDO AS VOGAIS

Nesse material, além do pareamento das vogais, a criança já inicia os traçados. Solicite a criança colocar, no local indicado, a vogal igual (fazendo o pareamento), observe com ela as imagens que começam com a vogal, ao falar o nome prolongue a vogal inicial (AAAAAABACAXI). Ao final permita que criança faça o traçado da letra de seu jeitinho.

No vídeo, ao final desse artigo, mostro esse material em detalhes.

A minha sugestão é que você plastifique as fichas para uma maior durabilidade e assim, pode usar caneta de quadro branco.

>>>>> Clique aqui e veja na loja

QUAL A VOGAL INICIAL?

QUAL É A VOGAL INICIAL é um material com várias opções de uso para o ensino das vogais, som inicial. Veja as opções:

1ª opção: usando material concreto (tampinhas de garrafa pet), além das vogais, fortalecemos a motricidade fina;

2ª opção: velcro. No exemplo da foto, imprimi 2 páginas por folha, ficou um tamanho menor, assim estimulamos e fortalecemos a motricidade fina, também.

3ª opção: como na foto, prendedor de roupa, mas também pode solicitar a criança fazer traçado no local indicado.

>>>>> Clique aqui e veja na loja

ROLETA DAS VOGAIS

Solicite a criança que marque as imagens que iniciam com a letra em destaque. Pra esse atividade pode utilizar prendedor de roupas, pedrinhas, massinha de modelar ou qualquer outro objeto para marcar. Aproveite para falar o nome das imagem com a vogal inicial bem prolongada, assim a criança consegue identificar melhor.

Sugestão: Plastificar as fichas para uma maior durabilidade.

>>>>> Clique aqui e veja na loja

💙💙💙

Veja no vídeo abaixo dicas importantes para a alfabetização no autismo, inclusive sobre as vogais.

💙💙💙

Espero que tenha gostado das dicas.

Beijo grande e até breve!!! 😘

Zeneide.

Publicado em Deixe um comentário

ENSINO DE HABILIDADES BÁSICAS E O INÍCIO DA ALFABETIZAÇÃO

Olá, tudo bem? Sabemos que o Autismo é um transtorno que compromete o desenvolvimento infantil, afetando significativamente a comunicação e a interação social, o que dificulta sua aprendizagem na escola, por exemplo. Assim, quero compartilhar com vocês o ensino de habilidades básicas para o processo de alfabetização. Vamos lá?

💙💙💙

Com a finalidade de auxiliar familiares, educadores e profissionais no ensino de habilidades básicas para crianças com autismo é que as autoras Camila Graciella Santos Gomes e Analice Dutra Silveira escreveram o livro ENSINO DE HABILIDADES BÁSICAS PARA PESSOAS COM AUTISMO. Manual para Intervenção Comportamental Intensiva, com base na Análise do Comportamento Aplicada (ABA).

💙💙💙

Ao passo que as mesmas organizaram as habilidades em: habilidades de atenção; habilidades de linguagem receptiva; habilidades de linguagem expressiva e habilidades pré-acadêmicas.

De acordo com a organização das autoras a área de habilidades pré-acadêmicas é composta pelos programas de ensino:

Coordenação olho mão:

Com a finalidade de melhorar o comportamento do aprendiz de olhar aquilo que ele está fazendo, tem como objetivo também aumentar o tempo de qualidade desse olhar.

Nesse sentido materiais de encaixe, quebra-cabeças e enfiagens são excelentes.

Prancha de seleção

💙💙💙

Emparelhar Objetos:

O objetivo é ensinar a discriminar entre objetos diferentes e ao mesmo tempo relacionar objetos que são idênticos.

Fonte: Pinterest

💙💙💙

Emparelhar figuras:

Semelhantemente ao item anterior.

Fonte da imagem: Pinterest (https://br.pinterest.com/pin/27232772731590935/)

💙💙💙

Emparelhar objetos e figuras:

O objetivo é fazer com que a criança aprenda a relacionar cada objeto com sua respectiva figura, para que habilidades mais complexas sejam assimiladas, como a matemática, leitura e compreensão. .

Fonte da imagem: Pinterest

💙💙💙

Usar o lápis e a tesoura:

Através de atividades livres e lúdicas, o objetivo certamente aqui é que a criança se habitue a utilizar o lápis e a tesoura, tendo em vista sua importância para a realização de atividades escolares.

💙💙💙

Não apenas na escola, ressalto aqui a importância das habilidades pré-acadêmicas serem trabalhadas no ambiente doméstico e na clínica e assim potencializar o aprendizado da criança.

Em conclusão, além de outras habilidades básicas, é importante trabalhar com a criança autista atividades que desenvolvam as habilidades pré-acadêmicas: coordenação olho mão; emparelhamento de objetos, figuras, objetos e figuras; uso do lápis e tesoura, pois são são fundamentais na realização de atividades escolares, como por exemplo, escrever, distinguir diferenças e semelhanças, matemática, leitura e compreensão.

Veja no vídeo abaixo algumas ideias de pareamento que pode te ajudar bastante:

Beijo grande e até breve!!! 😘